Avião da presidente Dilma perde sustentação e equipe bate cabeça no teto

Um incidente no avião de Dilma causa apreensão na equipe da presidente.

Ao retornar ao Brasil de uma visita no Equador, na divisa entre o Amazonas e o Acre, o avião presidencial de Dilma perdeu sustentação e sofreu uma queda de cem metros de altura. Houve pessoas sem cinto que bateram com a cabeça no teto. O aspone para assuntos internacionais aleatórios, Marco Aurélio “Top top” Garcia, ficou coberto do vinho que degustava na hora do incidente. Procurada, a Presidência se recusou a comentar.

O Grupo de Transportes Especiais da Força Aérea Brasileira, que cuida dos aviões que servem às autoridades, também não comentou o caso.

Leia também:

TSE investiga gráfica que atendeu a campanha de Dilma a reeleição 2014

Marina Silva critica atual governo e defende cassação de Dilma e Temer pelo TSE

Dilma renova contrato com pai do ministro Barroso

Dilma é hostilizada enquanto anda de bicicleta no Alvorada

Governo de Dilma quita pedaladas com o FGTS e parte da dívida com o BNDES

 

Avião-de-Dilma

Presidente Dilma descendo do avião

 

A Força Aérea passou a bola para a Presidência da República. O Ministério da Defesa também não quis explicar o que aconteceu.

O luxuoso jato Airbus A319 de Dilma, comprado por Lula por R$ 156 milhões, é considerado um dos mais seguros do mercado da aviação.

O caso é mantido em segredo pelos departamento da presidência e da força aérea brasileira.

 

Se você não está satisfeito com o PT, clique em curtir!

3 Responses to “Avião da presidente Dilma perde sustentação e equipe bate cabeça no teto”
  1. PEDRO NETTO 30 de Janeiro de 2016
  2. Rodrigo castro 31 de Janeiro de 2016
  3. dudu oliveira 31 de Janeiro de 2016

Deixe uma resposta