Ideli Salvatti atua para difundir tese do golpe, dizem aliados de Temer

Os partidários do presidente interino Michel Temer apontam ação da ex-senadora e ex-ministra Ideli Salvatti petista, assessora especial da OEA (Organização dos Estados Americanos), na disseminação por organismos internacionais da versão de que a discussão do impeachment de Dilma Rousseff é um golpe de estado.

Ideli Salvatti  foi nomeada para a OEA depois de ser demitida do ministério de Dilma Rousseff. Segundo diplomatas ligados a Michel Temer informaram à sua equipe, Ideli Salvatti estaria orientando embaixadores e funcionários de embaixadas do Brasil no exterior a difundir a tese do golpe, que também vem sendo vendida pelos petistas à imprensa internacional.

Ideli Salvatti

Entenda como Ideli Salvatti chegou ao OEA

A petista chegou lá indicada por Dilma Rousseff, que apoiou a eleição do uruguaio Luis Almagro, o atual secretário-geral da OEA (Organização dos Estados Americanos) . Trata-se de um “cargo técnico”. Só Almagro, cujo mandato perdurará até 2020, poderia destituí-la.

Almagro e Ideli Salvatti estão espalhando a tese de “golpe” nos Estados Unidos.

Por que Michel Temer não exonera Ideli Salvatti amiga de Dilma? Entenda…

Michel Temer nada pode fazer para remover Ideli Salvatti do cargo de assessora especial da Organização dos Estados Americanos (OEA), em Washington.

A ex-ministra de Relações Institucionais e de Direitos Humanos no governo da presidente Dilma Rousseff, Ideli Salvatti, está imune à onda de demissões que afeta os petistas desde a posse de Michel Temer como presidente interino.

Isso porque Ideli Salvatti ocupa o posto de secretária de Acesso a Direitos e Equidade da Organização dos Estados Americanos (OEA), em Washington, Estados Unidos, desde a metade do ano passado. Foi Dilma quem pediu ao secretário-geral Luis Almagro que providenciasse a sinecura para Ideli Salvatti .

Leia também:

Eta mundo bom, STF ao contrário da novela absolve Sandra e Russomanno

O mundo pede a prisão de Lula após denúncia na ONU

MST depena maquinas para alimentar comercio de peças ilegais no Paraná

Como a indicação foi de Almagro há pouca margem para o Itamaraty tentar tirá-la do cargo. Almagro era alinhado ao governo petista e chegou a dizer que não há fundamento para o impeachment de Dilma. Afirmou ainda que o “mandato constitucional” de Dilma deve ser reconhecido.

O marido de Ideli Salvatti, Jeferson da Silva Figueiredo, também arrumou um emprego na OEA.

 

 

One Response to “Ideli Salvatti atua para difundir tese do golpe, dizem aliados de Temer”
  1. Daniel 16 de agosto de 2016

Deixe uma resposta